Eu escrevo e te conto o que eu vi

Um blog sobre tudo e sobre nada.

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Um gajo deveras apaixonado pelo que faz. Jornalista, magro, pobre e feio. Tio da Carolina e da Gabriela, marido da Viviane. Repórter de esportes e motor, sãopaulino consciente, assessor de imprensa, fanático por automobilismo e esportes de aventura, e também freelancer, porque ninguém é de ferro.

segunda-feira, janeiro 29, 2007

Claudião Cinqüentão

SÃO PAULO (ode ao meu velho) - Hoje é aniversário do meu pai. Grande Claudião, agora com 50 anos. Meio século de vida! Novinho da silva. Tem gente da minha idade que tem o pai com 60, 70. O meu acaba de fazer 50. Tá enxuto, enxuto. Tirando o barrigão, claro. E o fato de já ser avô. Meu pai é foda. Tem o cabelo um pouco grisalho, penteado pro lado. Charmoso, o homem. Não é puxação de saco, mas toda vez que vejo o Antônio Fagundes, lembro do meu pai.
.
Responsável pelo meu nascimento. Dia 5 de novembro do ano da graça de 1981. Meu pai tinha uma Kombi, uma mercearia e um filho de 4 anos. Foi levar minha mãe, grávida, pra fazer exames no hospital. A médica falou que ainda dava pra esperar mais uns dias. Quatro, no máximo. No caminho de volta, os dois (três) de Kombi. Meu pai passa com tudo por uma lombada. Minha mãe praticamente mete a cabeça no teto. Não deu outra. De noite, teve que voltar pro hospital. Nasci na madrugada do dia 6.
.
Fui saber disso esses dias.
.
Enfim, sua cara fechada é só fachada. Bonachão, brincalhão, ótimo humor, um coração enorme. Dá cada esporro que te derruba, mas você sabe que é pro seu bem. E já levei cada puxão de orelha... Mas isso me fez uma pessoa bem melhor. Levei um esporro dele ontem, inclusive.
.
Acho que minha personalidade foi moldada por ele. Grande parte dela. E um pouquinho pela minha mãe. Não tenho ídolos, nunca tive. Tenho admiração por muitos, mas nada que me influencie. Você pega o que há de bom nas pessoas e tenta aplicar isso na sua vida. Você aprende com quem você admira. Ayrton Senna, por exemplo.
.
Sempre que tenho problemas com alguma coisa que não anda, penso no exemplo que ele deu. Se tem alguma coisa emperrada, lembro do GP do Brasil de 1991, que o cara ganhou só com a 6.a marcha. Era foda o cidadão. Puta piloto. "Brasileiro só aceita título se for de campeão. E eu sou brasileiro", era uma das frases dele.
.
Voltemos a papai, ora pois. Admiro meu pai por causa disso. É meu heroí sim, sem dúvida. Trampou na roça, veio pra Americana do nada, com uma malinha feia de couro (tenho ela até hoje e uso, confere um visual retrô) com algumas roupas costuradas pela minha avó e veio pra estudar. Não deu. Então foi trabalhar. Foi, foi, foi e hoje tem o que tem. Não que seja muito, mas o suficiente pra criar dois filhos muito bem. Eu fiz até faculdade!
.
O que mais trago comigo é essa determinação, a vontade de enfiar a cara, se arriscar. De sair pra vencer. Ele mesmo fala pra minha mãe, quando precisei me mudar para trabalhar. "Se eu não tivesse saído, a gente estaria na mesma merda". Não tenho a habilidade dele pra vender... Se eu precisar vender pra viver, eu tô na roça...
.
Mas a paixão pelo trabalho, pela função que exerce. Aprendi a trabalhar duro se quiser alguma coisa. Tem que ralar. E ter duas coisinhas que são os segredos primordiais da vitória: honestidade e humildade. Sorte é o casamento da competência com a oportunidade.
.
Meu pai é um desses. Seo Cláudio é foda.
.
Pago mó pau pro meu pai.

5 Comentários:

Blogger Creco disse...

Na verdade, o aniversário do meu pai é no dia 30, terça-feira. Mas escrevi no dia anterior porque sei que no dia em questão eu não terei tempo de postar coisíssima nenhuma.

12:34 PM  
Anonymous ganso disse...

Parabéns pro Claudião.

Azar do filho dele que não herdou os genes da beleza do antônio fagundes do mollon, e nasceu feio pra diabo! ahahahaha

abs, meu chapa.

12:42 PM  
Blogger Lili Cheveux de Feu disse...

Que amor pelo papi. Coisa querida!

Adorei a história do seu nascimento e todo o resto e tal.
Dê um abraço no moço (que com 50 anos é muito moço mesmo) e dê parabéns pelo aniversário e por ter feito um moço tipo ocê!

Beijos!!!

1:54 PM  
Blogger Ricardo Pieralini disse...

O cara simplesmente errou o dia do aniversário de seu pai-herói. E depois tentou remendar. Isso sim é determinação, Crebinho.

3:25 PM  
Anonymous valandil disse...

tem mais um adjetivo que tu esqueceu. o cara é aquariano. mais, nasceu um dia depois de mim. então, só poderia ser gente fina mesmo.
parabéns atrasado ao seu cláudio.
:)

3:30 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial