Eu escrevo e te conto o que eu vi

Um blog sobre tudo e sobre nada.

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Um gajo deveras apaixonado pelo que faz. Jornalista, magro, pobre e feio. Tio da Carolina e da Gabriela, marido da Viviane. Repórter de esportes e motor, sãopaulino consciente, assessor de imprensa, fanático por automobilismo e esportes de aventura, e também freelancer, porque ninguém é de ferro.

segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Preso no elevador

SÃO PAULO (reunião já já) - Essa é antiga, já faz uns meses que aconteceu. Mas merece o registro. Certo dia, eu e Budão estávamos aqui no apê vendo um filme do Jackie Chan. Fazia muito calor. Até o ventilador estava ligado, coisa que acontece raramente aqui no trêzimo andar. Budão mora no bloco da frente, também no trêzimo andar.
.
Eis que começa a chover.
.
O apartamento de Budão é todo carpetado.
.
- Cacete! A janela tá aberta! Vou pra lá!
- Corre, animal.
.
Minutos depois, cai a energia. Blackout total no Residencial Interlagos. Ligo pra saber se o apartamento estava inundado:
.
- E ae, chinês?
- Não sei.
- Como não sabe?
- Tô preso no elevador!
- Puta merda! No seu bloco ou no meu?
- No seu ainda!
- Cacete! Em que andar você está?
- Não sei! Tá tudo apagado!
.
Ele estava no sétimo andar. O porteiro foi lá soltá-lo. Enquanto o apartamento dele enchia-se de água por todas as janelas abertas, ele teve de descer mais sete andares de escada, atravessar a rua do condomínio sob a água que Deus mandava de balde e subir mais 13 andares até chegar no apê dele.
.
- É bicho, molhou tudo mesmo.
- Se fodeu. Agora tenta ligar o ventilador e o aquecedor aí pra secar o carpete. E torça pra que não fique fedendo a cachorro molhado depois.
.
Mas, sem energia, como ligar ventilador e aquecedor?
Naquela noite, a luz só foi voltar às 4h30 da madrugada.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial