Eu escrevo e te conto o que eu vi

Um blog sobre tudo e sobre nada.

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Um gajo deveras apaixonado pelo que faz. Jornalista, magro, pobre e feio. Tio da Carolina e da Gabriela, marido da Viviane. Repórter de esportes e motor, sãopaulino consciente, assessor de imprensa, fanático por automobilismo e esportes de aventura, e também freelancer, porque ninguém é de ferro.

terça-feira, maio 29, 2007

Pão é pão, pô!


SÃO PAULO (sacripantas!) - Agora todo mundo toma cuidado em não poluir, em não sujar, em não falar palavrão, em não discriminar, em não ser machista, em não comer gordura, não comer açúcar, não tomar refrigerante, não comer carne, não tomar banhos quentes, não arrotar, não comer o miolo do pão, em usar margarina sem sal, em separar o lixo reciclável do orgânico, em evitar a gordura trans, em não ficar sem fazer exercício, em cuidar do "meio-ambiente", em dar bom dia ao próximo, e et ceteras.
.
Essa onda de preocupação me irrita. É uma cretinice sem tamanho. O "ecologicamente" correto. O "politicamente" correto. Ondas que assolam este país de m. Da janela do 13º andar de onde, debruçado sobre a ignorância nacional posso ver Al Gore assustando criancinhas com seu documentário, documentos e tapinha nas costas de senadores que ligaram, mas negaram, externo toda minha indignação contra o pão integral.
.
Isso mesmo. O pão integral.
.
Não tem gordura, veja só. Mas não tem gosto. Mas não sustenta. Mas me estraga o estômago. Mas tem cheiro de armazém quando esquentado. Que tem aquele monte de semente que hoje cedo quase me quebrou uma obturação.
.
Pão integral não mais integra meu cardápio.

2 Comentários:

Anonymous ganso disse...

You are strange, dude!

12:35 PM  
Blogger Ricardo Pieralini disse...

Você é um cara sem sal e azedo.

3:03 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial