Eu escrevo e te conto o que eu vi

Um blog sobre tudo e sobre nada.

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Um gajo deveras apaixonado pelo que faz. Jornalista, magro, pobre e feio. Tio da Carolina e da Gabriela, marido da Viviane. Repórter de esportes e motor, sãopaulino consciente, assessor de imprensa, fanático por automobilismo e esportes de aventura, e também freelancer, porque ninguém é de ferro.

segunda-feira, maio 18, 2009

Marmita dos deuses (ou da deusa)

SÃO PAULO (cadê o chinelo, cadê o chinelo?) - Sempre que volto de viagem, o dia seguinte é parecido com uma ressaca, mesmo não tendo ingerido uma gota de álcool: dor de cabeça, aquela sensação de não ter acordado direito, acompanhada (coisa ruim sempre vem acompanhada) de uma senhora dor nas costas. Claro que com tudo isso, o humor não é dos melhores - "bom dia, raio de sol" é a puta que te pariu.
.
Mas tem coisas - e pessoas - que mesmo sem imaginar, compensam de uma forma que faz tudo sumir. Hoje mesmo, acabado de cansaço, vim cedo trabalhar. Como sempre, Viviane - A Doce, prepara a marmita: arroz de forno e almôndegas ao molho de tomate. Não proferi uma palavra enquanto me deliciava com aquela protuberância de sabores. Fiquei zerado. Mole feito maionese no espeto, mas zerado.
.
Cristo, comi de joelhos. E de colher.
.
Depois não sei porque engordo.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial