Eu escrevo e te conto o que eu vi

Um blog sobre tudo e sobre nada.

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Um gajo deveras apaixonado pelo que faz. Jornalista, magro, pobre e feio. Tio da Carolina e da Gabriela, marido da Viviane. Repórter de esportes e motor, sãopaulino consciente, assessor de imprensa, fanático por automobilismo e esportes de aventura, e também freelancer, porque ninguém é de ferro.

segunda-feira, agosto 28, 2006

Odeio ciúme

SANTA BÁRBARA (o rebaixamento de Plutão desregulou meu signo) - Por que essa cara? Faz assim não, mulher. Tu sabes que gosto é de ti, que não tens que ficar se preocupando com o que acham, o que pensam. Pára com isso. O que importa somos nós. A gente se gosta e se entende, não é? Então não tem que fazer esse drama.
.
Pra que esse ciúme? Algum dia eu te dei motivo? Acho que não. E se eu dei, você deveria ter me dito na hora, que aí a gente resolvia a questão logo de cara. Não tens que se preocupar com esse sentimento besta. Eu sou teu, fióta, e ninguém tasca. Tu sabes quem é a dona de quem. Tu sabes que eu me importo é contigo, que faço de tudo pra te ver bem, pra te ver sorrindo, pra te ver contente. E não é esforço nenhum. És a minha recompensa.
.
Não sabes o valor que dou pro teu companheirismo, quando estás do meu lado, quando abres a boca em arco com a minha chegada. O teu motiva o meu. Sabes que a recompensa de estar do teu lado é ver o teu sorriso, o teu riso e quando fecha os olhos pra uma risada inocente e solta. Aquela risada de quem ama, sabe?
.
Eu tenho amigos e amigas, sim. Mas mulher eu só tenho uma, e essa é tu. É contigo que me importo, é tu que me arrepias a espinha toda manhã me acordando manhosa, me mordendo, pedindo por um bom dia mais quente. E é só a ti que correspondo esquentando o bom dia, te fazendo o café da manhã, o ovo com gema mole, do jeito que gostas, do sucrilhos com iogurte.
.
Dos alongamentos que faço em ti quando chegas cansada e suada da academia. De quando te ouço trazendo lamúrias do trabalho e eu só ouço, ouço, ouço e, quando terminas, te dou um abraço e digo que tudo vai dar certo. É porque no final vai dar mesmo.
.
Então chega de paranóia, guria. Já tá tarde e a gente tem que trabalhar amanhã. Boa noite, linda.
.
Ah, e não esquece: eu te amo, tá? Agora dorme.

4 Comentários:

Blogger Ricardo Pieralini disse...

Guri, você tá se justificando demais. Compra logo um disco antigo do Roberto Carlos e pára de gastar saliva. Abraço.

8:39 AM  
Anonymous Anônimo disse...

ai, ai... e, olha, tem mais é que gastar saliva mesmo. se ama, tem que falar. escutar música junto também funciona. mas nada de deixar a coisa pela metade. como vc disse, diz na hora e resolve a questão logo de cara. bjks

12:46 PM  
Blogger Demian disse...

Eu sou mais adepto do método:

"CALA A BOCA A DORME... CACETE!!!"

Se ainda não resolver vc complementa:

"E ENGOLE ESSE CHORO..."

Pois é, é assim... Agora que descobrir que aqui é sua casa e que vc é vc. rá!

2:13 PM  
Anonymous vivi disse...

Nem falo nada, pq tb sou ciumenta... Hj em dia mais controlada, mas ainda sim ciumenta.

3:58 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial